Quero compartilhar com os amigos este excelente texto do jornalista Ricardo Amorim, muito oportuno para o momento e dentro de nossa filosofia WT:
"Nos últimos dias, algumas pessoas me disseram que eu não sei o que é ser negro. Têm razão. Não sei porque não sou.
Também não sei o que é ser mulher, gay ou idoso. Não sei o que é ser índio, chinês ou americano.
Não sei o que é viver em favela, nem sei o que é ser dono de uma loja ou de um carro destruído por vândalos.
Só porque eu não sei o que é ser quem eu não sou não significa que eu não sei o que é preconceito ou injustiça. Principalmente, não significa que eu não me importo.
É hora de pararmos de magnificar nossas diferenças e focarmos no que nos une e nos conecta.
É hora de lutarmos por justiça, não por vingança.
Mais do que nunca, é hora de construirmos juntos, não de destruirmos uns aos outros".🙏