SABER PEDIR PARA DEUS

Um grupo de pessoas reza em um kibutz de Israel. “Deus, o senhor nos deu a água e somos gratos por isto. Pedimos, senhor, que nos inspire para usarmos esta água da melhor forma possível.”

Este grupo vive em uma região com pouca chuva. Eles não pedem mais água. Pedem inspiração para usar a água da melhor forma possível. O resultado é a grande produção de alimentos e o uso inteligente da pouca água que possuem.

O ato de aprender a usar bem a água exige muitas conquistas, como por exemplo: capacidade de observação, planejamento, organização, resiliência, inovação e muito mais.

As conquistas vão muito além de aprender a usar a água com sabedoria.
Qualidades pessoais são desenvolvidas e habilidades são aprendidas.

Este é um caminho muito importante: desenvolver sabedorias que lhe permitam agir com eficiência, sabedoria e bondade. Mas preste atenção sempre que for pedir algo para Deus, pois o que você pede deve sempre ser ÚTIL para seu espírito e para o desenvolvimento de qualidades pessoais.

Pedir algo para Deus é se unir a ele em um PACTO de colaboração e ajuda mútua. Deus quer que você seja útil para a humanidade, que traga boas energias, boas ações, bons pensamentos.

Lembre-se do pacto com Deus: “eu recebo, eu retribuo. Eu sou ajudado, eu ajudo. Eu sou cuidado, eu cuido. E sou grato por hoje e por tudo que ainda virá no amanhã.”